AGPTEA - Associação Gaúcha de Professores Técnicos de Ensino Agrícola


Cadastro

Cadastre-se para receber noticias, cadastro de sócio e cadastro casa da praia.

Quero me cadastrar

Educação Profissional

você esta em: Capa Home › Educação Profissional

Últimas Notícias

Alterar o tamanho da fonte

Escola Agrotécnica de Sertão é transformada e oferece graduação

Por Comunicação AGPTEA - 28/09/2009 | 13:12

Fachada do IFRS (foto Arquivo IFRS)

Com status de universidade, o IFRS – Campus Sertão – lança quatro novos cursos de ensino superior já no primeiro semestre do próximo ano: Agronomia, licenciatura em Ciências Agrícolas, Tecnologia em Meio Ambiente, além do desenvolvido pelo Campus, de Tecnologia em Agronegócio, que era realizado no turno da manhã e a partir da próxima turma será à noite. Os cursos de Zootecnia e de Formação Pedagógica para graduados estão previstos para o segundo semestre de 2010.  Todos são gratuitos e dispõem de 30 vagas anuais.
A proposta dos novos cursos superiores foi referendada em uma audiência pública promovida no Campus, no dia 23 de junho, na presença da diretora Viviane Silva Ramos, de demais membros da equipe diretiva, do corpo docente da instituição, de prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, secretários de Educação, diretores de escolas e representantes de entidades associativas e cooperativas de toda a região.

INGRESSO

Para ingressar nos cursos superiores e nos cursos técnicos na modalidade subsequente ao ensino médio oferecidos pelo Campus Sertão é necessário fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), adotado pelo IFRS como sistema de ingresso. Só haverá outros processos seletivos complementares caso as vagas não sejam preenchidas.
Apenas a seleção para o curso de Formação Pedagógica, direcionado aos profissionais que já possuem graduação, não será pelo Enem, mas por inscrição em período a ser determinado.
Mesmo com toda a transformação pela qual a instituição vem passando, a diretora Viviane destaca que o ensino técnico agropecuário continuará dentre as prioridades. “Somos tradicionalmente reconhecidos pela qualidade do nosso ensino técnico agropecuário e dos nossos egressos. A ampliação da oferta de vagas e de cursos só vem somar e tornar nossa instituição ainda mais completa”, avalia. “Estamos dando um grande passo rumo ao desenvolvimento educacional e institucional.”.

O IFRS
O Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS) foi criado a partir da integração da Escola Agrotécnica Federal de Sertão (EAFS), do Centro Federal de Educação Tecnológica de Bento Gonçalves (Cefet-BG) e da Escola Técnica, até então vinculada à Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). As Unidades de Ensino Descentralizadas (Uneds) e a Escola Técnica Federal de Canoas, que estavam em implantação, também foram transformadas em campi do Instituto. Caxias do Sul, Erechim, Osório e Restinga também terão campus, que estão em fase de implantação.
Os Institutos Federais são instituições de Educação Superior, Básica e Profissional especializadas na oferta de Educação Profissional e Tecnológica nas diferentes modalidades de ensino, equiparadas às universidades federais. Fazem parte da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, vinculada ao Ministério da Educação.
 

CURSOS OFERECIDOS PELA INSTITUIÇÃO

AGRONOMIA

Duração de 4 anos + estágio.
Turno: integral
Início: primeiro semestre de 2010
Carga horária: 5.560 horas
Objetivo: formar engenheiros agrônomos para atuação no campo das Ciências Rurais, capazes de promover a transformação do espaço rural em meio às mudanças estruturais e conjunturais do seu tempo.

LICENCIATURA EM CIÊNCIAS AGRÁRIAS
Duração de 2 anos e meio + estágio
Turno: integral
Início: primeiro semestre de 2010
Carga horária: 3.800 horas
Objetivo: formar educadores habilitados para o ensino técnico vinculado ao espaço rural, para atuação no âmbito das escolas federais, estaduais e municipais, das Organizações Não-Governamentais (ONG), bem como na iniciativa privada, no desenvolvimento de atividades de licenciatura na área das Ciências Agrícolas.

TECNOLOGIA EM MEIO AMBIENTE
Duração de 3 anos + estágio
Turno: noite
Início: primeiro semestre de 2010
Carga horária: 2.400 horas
Objetivo: formar profissionais gerenalistas do Meio Ambiente, capazes de realizar a gestão ambiental junto às empresas produtivas. O tecnólogo em Meio Ambiente estará habilitado para formular políticas públicas, planejar e executar atividades de diagnóstico, avaliar impactos e propor medidas mitigadoras; planejar, executar e controlar os usos e ações nos recursos naturais renováveis e não renováveis; buscar tecnologias para minimizar os efeitos dos poluentes, e promover a educação ambiental.

TECNOLOGIA EM AGRONEGÓCIO
Duração de 3 anos + estágio
Turno: noite
Início: primeiro semestre de 2010
Carga horária: 2.760 horas
Objetivo: formar tecnólogos de nível superior na área do Agronegócio, aptos ao mercado e trabalho, tornando-os profissionais qualificados e com capacidade de inovação.

ZOOTECNIA
Duração de 4 anos + estágio
Turno: integral
Início: segundo semestre de 2010
Objetivo: atuar no campo de melhoramento genético e na produção das diferentes espécies de animais.

FORMAÇÃO PEDAGÓGICA
Duração de 1 ano e meio
Turno: sextas à noite e sábados pela manhã e tarde
Início: segundo semestre de 2010
Objetivo: formar profissionais graduados em diferentes áreas para atuar na licenciatura.

 

 

Fonte: Revista Letras da Terra

Letras da Terra

ANO XII. Nº 37. Abril de 2014.

ANO XII. Nº 37. Abril de 2014.

Confira nesta edição:Pomar doméstico é alternativa produtiva ainda pouco difundida no RS; Entrevista: Adeli Sell subsecretário do Parque de Exposições Assis Brasil; XXIX Encontro Estadual de Professores, confira programação, novo Convênio Saúde PAS, e muito mais

 

› Veja as edições anteriores



Publicidade



Publicidade



AGPTEA - Associação Gaúcha de Professores Técnicos de Ensino Agrícola
Av. Getulio Vargas 283 - Menino Deus
Porto Alegre - RS
Fone: 51 - 32255748
CEP: 90150-001
© Todos os direitos reservados | Um projeto Porto Cultura