Escolas agrícolas estaduais debatem novo currículo escolar
23 de junho de 2022
Biblioteca Virtual da Agptea recebe mais de 635 mil acessos no primeiro semestre
4 de julho de 2022

Um professor de ciências de um colégio queria demonstrar um conceito aos seus alunos.
Ele pegou um vaso de boca larga e colocou algumas pedras dentro. Então perguntou a classe:
– Está cheio?
Unanimemente responderam:
– Sim!
O professor então pegou um balde de pedregulhos e virou dentro do vaso. Os pequenos
pedregulhos se alojaram nos espaços entre as rochas grandes. Então perguntou aos alunos:
– E agora, está cheio?
Desta vez alguns estavam hesitantes, mas a maioria respondeu:
– Sim!
O professor então levantou uma lata de areia e começou a derramar a areia dentro do vaso.
A areia então preencheu os espaços entre os pedregulhos. Pela terceira vez o professor
perguntou:
– Então, está cheio?
Agora a maioria dos alunos estava receosa, mas novamente muitos responderam:
– Sim!
O professor então mandou buscar um jarro de água e jogou-a dentro do vaso. A água saturou a
areia. Neste ponto, o professor perguntou para a classe:
– Qual o objetivo desta demonstração?
Um jovem e brilhante aluno levantou a mão e respondeu:
– Não importa o quanto a ‘agenda’ da vida de alguém esteja cheia, ele sempre conseguira
‘espremer’ dentro, mais coisas!
-Não.- respondeu o professor – o ponto e’ o seguinte:
“A menos que você coloque as pedras grandes em primeiro lugar dentro do vaso, nunca mais
as conseguirá colocar lá dentro. As pedras grandes são as coisas importantes de sua vida:
sua família, seus amigos, seu crescimento pessoal e profissional. Se você preencher sua vida
somente com coisas pequenas, como demonstrei com os pedregulhos, com a areia e a água,
as coisas realmente importantes, nunca terão tempo nem espaço em suas vidas….”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

×